botão play OUÇA AO VIVO

notícias

Venda de veículos novos cresce 38,5% em abril sobre um ano antes

quarta-feira | 02-05-2018

SÃO PAULO (Reuters) – Os licenciamentos de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos no Brasil em abril subiram 38,5 por cento sobre a fraca base de comparação de 2017 e avançaram cerca de 5 por cento ante março deste ano, afirmou nesta quarta-feira a associação que representa os concessionários, Fenabrave.

“A queda na inadimplência aliada à queda da taxa de juros, vem favorecendo o setor como um todo. Atualmente, a inadimplência da carteira de crédito, com recursos livres para pessoas físicas, é de 2,5 por cento, e para pessoas jurídicas é de 3,6 por cento”, afirmou em comunicado à imprensa o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.

Segundo a entidade, as vendas de veículos novos no país, excluindo motocicletas e implementos rodoviários, somaram 217,4 mil unidades em março, praticamente em linha com o que uma fonte do mercado tinha informado à Reuters mais cedo.

As vendas de abril foram as maiores para um único mês desde os licenciamentos de 227,8 mil veículos registrados em dezembro de 2015 e corresponderam a uma média por dia útil de 10,35 mil unidades, acima da média de 9,19 mil do primeiro quadrimestre.

Com isso, a indústria acumula crescimento de cerca de 21,3 por cento nos licenciamentos do primeiro quadrimestre deste ano ante os quatro primeiros meses de 2017, com 762,9 mil veículos vendidos.

O crescimento acumulado está bem acima da expectativa para todo o ano da Fenabrave, de expansão de 15 por cento nas vendas, para 2,58 milhões de unidades. Já a Anfavea, associação que representa as montadoras de veículos instaladas no país, espera crescimento de 11,7 por cento, para 2,5 milhões de veículos novos vendidos.

No final de abril, o presidente da Anfavea, Antonio Megale, havia afirmado em evento do setor automotivo que os licenciamentos do segundo semestre provavelmente não repetiriam o mesmo desempenho percentual da primeira metade do ano, uma vez que o setor começou a engrenar uma recuperação de vendas em meados de 2017.

Segundo os números da Fenabrave, as vendas de motocicletas dispararam 26,5 por cento em abril ante um ano antes e subiram 3,5 por cento na comparação com março, para 82,15 mil unidades.

Já as vendas de caminhões novos no mês passado, saltaram 78,4 por cento na comparação anual e avançaram 4,3 por cento ante março, para 6,2 mil unidades.

No segmento de automóveis e comerciais, a General Motors teve vendas de 33.830 unidades, crescimento de 26,7 por cento sobre o volume licenciado um ano antes. Apesar disso, a participação da montadora norte-americana no total de vendas no país caiu de 17,53 para 16,11 por cento, segundo a Fenabrave.

Enquanto isso, a Volkswagen teve licenciamentos de 30.329 carros e comerciais leves em abril, crescimento anual de 61 por cento. A fatia de mercado no período cresceu de 12,34 para 14,44 por cento. A Fiat vendeu 28.201 unidades, alta de 51,7 por cento e participação de 13,43 por cento, ante 12,20 por cento em abril de 2017.

Ainda no ranking de carros e comerciais leves, Renault teve crescimento nas vendas de quase 70 por cento, para 20.218 unidades. A Ford registrou aumento de 38 por cento, para 19.982 carros e comerciais leves.

Rota 2030 deve ser anunciado na semana que vem, diz ministro

BRASÍLIA (Reuters) – O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge, afirmou nesta quarta-feira que o novo programa para a indústria automotiva, Rota 2030, deverá ser anunciado na próxima semana pelo presidente Michel Temer.

Segundo Jorge, o governo está fechando com representantes da indústria esta semana para finalizar o programa, que deverá ter regras iguais para produção local e para importadores, seguindo as normas da Organização Mundial do Comércio.

Top Notícias

Cepea

BM&F